sexta-feira, 24 de junho de 2016

Destaques da Semana #1

Começamos com este artigo a nossa série "Destaques da Semana", que dá enfoque a algumas notícias automóveis que foram vistas nos últimos dias, mas que, apesar de não terem "merecido" um post, achámos que devíamos colocá-las aqui na mesma, portanto é nesta série que faremos isso.

1 - Citroën com novo SUV em 2018

Citroën Aircross - Protótipo que dará origem a novo SUV da Peugeot

A Citroën confirmou que pretende criar um novo SUV já para 2018. Pelo que se sabe, este será posicionado na gama acima do C4 Cactus (que será fundido com o C4 normal). Será baseado no concept Aircross, e espera-se que dê uso à plataforma EMP2 do grupo PSA, que já foi usada em carros como o Peugeot 3008 e C4 Picasso. Este SUV está incluído nos planos de reorganizar a gama da marca, o chamado "Push to Pass". Espera-se um motor eléctrico para este novo SUV, e deverá ser fabricado lado-a-lado com o Peugeot 5008 e o Citroën E-Méhari.

2 - Novo Nissan Leaf com mais de 500 km de autonomia

Nissan IDS - Protótipo que dará as baterias e a inspiração estética para o Novo Leaf.

Na Nissan já se trabalha no novo Nissan Leaf, cujo lançamento se espera para 2018. Esta nova geração deverá trazer uma estética arrojada, baseada no Nissan IDS, um protótipo apresentado em 2015. Este mesmo protótipo irá também "doar" ao novo Nissan Leaf as baterias. Acontece que elas têm exactamente o dobro da densidade das baterias do modelo actual, ou seja, o novo Leaf terá também maior autonomia.

Assim como no Tesla S, o novo Leaf terá várias versões, que variam umas das outras na autonomia (com as equivalentes variações do preço de cada uma). De acordo com o responsável da divisão de veículos elétricos da marca, esta nova geração do Leaf não será muito mais cara do que a atual. O mesmo disse que não confia na tecnologia híbrida plug-in, afirmando que é uma tecnologia que compromete as emissões de C02, devido ao uso em simultâneo de um motor de combustão.

3 - Citroën C3 de 2017 com data de apresentação marcada

Teaser que revela a data de apresentação do Novo Citroën C3

A Citroën já apresentou um teaser, no qual indica a data de apresentação do novo Citroën C3, será o dia 29 de Junho de 2016. O mesmo já foi avistado muitas vezes com camuflagem, e dará uso à plataforma do Peugeot 208. Terá uma estética a lembrar o C4 Cactus, mas não será tão radical. Conta-se que o novo C3 traga uma evolução dos Airbumps, mais pequenos e situados no fundo das portas (à semelhança do concept Aircross). A estética do novo C3 dará algumas pistas cruciais para ter uma ideia de como será o futuro C3 Picasso, que também já foi avistado com camuflagem (ver aqui).

A própria marca já tinha colocado na internet algumas fotos espias deste modelo com camuflagem, apesar de na versão de rally. Isto pois o futuro Citroën C3 estará oficialmente no WRC (mundial de rally), e a marca decidiu fotografar o carro durante os testes. A marca espera que a decisão de participar no campeonato mundial de rallys traga mais público jovem para a marca.

4 - Fiat Punto não terá sucessor na Europa


Depois de várias suspeitas, finalmente chegaram afirmações oficiais da marca acerca do novo Fiat Punto. Acontece que, de acordo com Sérgio Marchionne, presidente do grupo Fiat, não irá existir sucessor para o actual Fiat Punto. O mesmo já estava em desenvolvimento, e até tinha sido já avistado com camuflagem pesada na Europa, mas parece que os planos voltaram à estaca zero. Marchionne afirmou ainda que foi um erro começar a desenvolver o sucessor do Punto. Esta geração foi lançada em 2005 na Europa, e desde essa altura o mercado mudou bastante.

Ele justificou esta acção com os preços competitivos da gama Fiat Tipo (ver aqui), que acabam por se localizar na gama de preços que um novo Punto teria. Já no Brasil, o sucessor do Punto continua ainda em desenvolvimento (desenvolvimento que dá pelo nome de código "Projecto X6H") . Quanto à Índia, onde se vende um Fiat Punto específico para aquele mercado, o futuro do modelo ainda é incerto.

5 - Grupo Fiat - A opinião de Marchionne


Sérgio Marchionne, presidente do Grupo FCA (Grupo Fiat), informou que as vendas do Fiat 500L na América estão abaixo das expectativas, o que ele justifica devido ao cada vez maior interesse em SUV's e Crossovers nesse mercado, reduzindo as vendas dos monovolumes. Devido a esse problema, a produção do Fiat 500L na fábrica da Sérvia em Kragujevac irá reduzir, e, por consequência, um terço dos funcionários dessa fábrica será dispensado.

Sérgio Marchionne também falou acerca dos rumores de um novo SUV abaixo do 500X, e aproveitou a ironia para se justificar, dizendo que "esse modelo já existe e chama-se Fiat Panda". 

Mas nem tudo são más notícias: Marchionne demonstrou-se satisfeito com as vendas do Alfa Romeo Giulia e do Maserati Levante, e, de acordo com ele, as vendas estão a responder às expectativas, pelo espera-se mais produtividade nas fábricas desses respectivos modelos.

Sem comentários:

Enviar um comentário