terça-feira, 12 de julho de 2016

Novo Mégane Sedan já foi apresentado!

Bem, já lá vão alguns meses desde que a Renault lançou o Mégane Hatchback no mercado. A carrinha Mégane também já foi apresentada e está prestes a ser lançada no mercado, mas quanto ao novo Mégane Sedan, o chamado actualmente de "Renault Fluence", ainda só existiam fotos espias com camuflagem.

Até esta semana, pois um site revelou algumas imagens de um "suposto" manual de instruções do novo Fluence, e as imagens espalharam-se pela Internet.

No entanto, já não se precisa de limitar às fotos espias e aos manuais de instruções: A Renault já apresentou oficialmente o modelo, depois de 3 dias a apresentar teasers na página oficial de Facebook.

(clique em cima das imagens para uma maior resolução)


E agora, os rumores quanto ao nome confirmaram-se: Em 2009, a Renault colocou o Mégane Sedan à parte da gama Mégane, e chamou-lhe Fluence.
Visto que esse nome não foi um grande sucesso de vendas (pelo menos em Portugal), este 3 volumes de 4 portas está de volta com o nome Mégane.


No entanto, o nome Mégane só virá acompanhado da nomeclatura Sedan em alguns mercados, e noutros será o Mégane Grand Coupe.


No entanto, nem tudo é um mar de rosas: Infelizmente, não se espera a comercialização deste modelo para Portugal (saiba-se lá porquê). Portanto, só será vendido na Algéria, Arábia Saudita, Austrália, Bulgária, Croácia, Egipto, Emirados Árabes Unidos, Estónia, Hungria, Irlanda, Itália, Israel, Letónia, Líbano, Lituânia, Marrocos, Polónia, República Checa, Roménia, Sérvia, Eslovénia, Tunísia, Turquia, e Ucrânia. Será fabricado na Turquia, tal como acontecia com o Fluence, ao invés de na fábrica de Espanha, onde se fabrica o Mégane 5 portas e Estate.


Contará com os mesmos "luxos" da gama Mégane, como os LED's Pure Vision, o Head-Up Display, e o ecrã táctil de 8,7 polegadas com o sistema integrado de infotainment R-Link 2, assim como o painel de instrumentos de 7 polegadas. Este Sedan terá também um sistema de abertura de bagageira "mãos livres", que permite a abertura da porta da bagageira com o pé, que é detectado por um sensor quando ele passa por baixo do pára-choques traseiro. 


A nível estético, destaco a solução encontrada para o pilar C, e os faróis traseiros, que são sem dúvida um pouco diferentes do resto da gama Mégane, principalmente nos cantos inferiores, apesar de terem na mesma o mesmo estilo "ao comprido" na horizontal.


Quanto a sensores de segurança, destaco o Sistema Avançado de Travagem Automática (Advanced Emergency Braking System), assim como o alerta de mudança de faixa.


O aspecto "requintado" e que marca a diferença é o tecto panorâmico, que dá um ar bastante luxuoso ao interior e exterior. Os motores serão os SCe 115 e TCe 130 como apostas a gasolina, e os Diesel dCi 90, dCi 110 e dCi 130 serão as apostas a diesel. No entanto, os motores disponíveis
poderão variar consoante o mercado.

Sem comentários:

Enviar um comentário